Comer, Rezar, Amar

Capa do livro (Fonte: Google)
De Elizabeth Gilbert.

E, depois de meses, consegui terminar de ler esse livro maravilhoso. Mas, não pensem que a demora para terminar a leitura é porque o livro é chato, não, pelo contrário, a leitura é excelente, sou só eu com minha falta de tempo.
Mas estamos aqui para falar do livro, não é mesmo? Com certeza, um livro fascinante. 
Lizz, a personagem principal do livro ou a narradora da história ou a mulher mais incrível e corajosa, nos presenteia com relatos sobre um ano inteiro de viagens que ela fez. Primeiro foi a Itália, local onde o que mais fez foi comer. Depois foi para a Índia, ali encontrou o poder da oração e da meditação. Por último a Indonésia, onde foi capaz de colocar em prática seus aprendizados e abrir seu coração para o amor.
Estava ela passando por um momento muito complicado de sua vida: a separação de seu marido. Depois de tanto sofrer, Lizz toma uma decisão corajosa: partir em busca da verdade, de um equilíbrio, da realidade sobre si mesma. E o resultado foi esse livro incrível.

Agora chega de falar sobre o livro, se você ainda não leu: coooooorre! E, se você já leu deixe sua opinião aqui. Vou adorar!

Seguem alguns trechos desse livro sensacional:

"Existe uma piada italiana maravilhosa sobre um homem pobre que vai à Igreja todos os dias e reza diante da estátua de um grande santo, dizendo: 'Querido santo, por favor, por favor, por favor... conceda-me a graça de ganhar na loteria.' Esse lamento dura meses. Por fim, irritada, a estátua ganha vida, baixa os olhos para o suplicante e diz, com uma repulsa cansada: 'Meu filho, por favor, por favor, por favor... compre um bilhete.'"

"Toda a tristeza e dificuldade deste mundo é causada por pessoas infelizes." 


Boa leitura!

2 comentários

  1. O filme é o máximo, espero que o livro seja melhor ainda heheheh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca assisti o filme, mas o livro é sensacional.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...